Minha foto
Advogado com atuação exclusiva na área de direito médico e da saúde. Especialista em Responsabilidade Civil na Área da Saúde pela FGV-SP. Pós-graduado em Direito Médico e da Saúde. Coordenador do curso de Pós-graduação em Direito Médico da Escola Paulista de Direito (EPD). Presidente da Comissão de Direito Odontológico e da Saúde da OAB-Santana/SP. Docente convidado dos cursos de Especialização em Odontologia Legal da FORP-USP (Ribeirão Preto/SP), da ABO-GO (Goiânia), da ABO-RS (Porto Alegre) e da FO-USP (São Paulo/SP). Docente convidado da FUNDECTO no curso de Perícias e Assessorias Técnicas em Odontologia. Docente convidado do curso de Bioética e Biodireito do HCor. Docente convidado de cursos de Gestão da Qualidade em Serviços de Saúde (Einstein, Inspirar e UNISA). Especialista em Seguro de Responsabilidade Civil Profissional para Médico, Cirurgião-dentista, Hospital e Laboratório. Autor da obra: "COMENTÁRIOS AO CÓDIGO DE ÉTICA MÉDICA - Resolução CFM nº 1.931/2009". Mestrando em Odontologia Legal e Deontologia pela UNICAMP (FOP).

terça-feira, 6 de junho de 2017

TJRJ: Justiça autoriza doação de medula óssea entre irmãos menores de idade

Um transplante autorizado pelo juiz Marvin Moreira, da 1ª Vara Cível de Resende, no Sul do Estado do Rio, nesta quinta-feira, dia 1º, vai possibilitar que o adolescente Matheus Marques, de 14 anos, receba doação de medula óssea do próprio irmão, dois anos mais novo. A decisão do magistrado torna viável a doação de um menor de 18 anos com autorização dos pais para tratar de uma leucemia mialoide aguda, um tipo de câncer que ataca o sangue e a medula óssea.

O transplante do irmão é a esperança da família de Matheus, já que um exame realizado em janeiro deste ano na Unicamp, em São Paulo, diagnosticou que os pais não são compatíveis para doação. Em 14 anos de magistratura, o juiz alega que esse caso foi um dos que mais o emocionou, principalmente ao saber que o irmão mais novo seria a oportunidade por ser compatível à doação de medula.

“É um caso muito difícil para mim, porque tenho um casal de filhos com a mesma faixa etária. Fiquei muito feliz em ter a oportunidade de ajudar de alguma maneira. Imagino o sofrimento que a família vem passando”, destaca.

A família descobriu a doença em um exame de rotina, em janeiro de 2017. O adolescente está internado no Centro Boldrini, em Campinas, São Paulo, onde passa por sessões de quimioterapia e será transferido para o Hospital Samaritano de São Paulo para dar prosseguimento ao processo hospitalar para o transplante.

Uma página criada no Facebook, usada para atualizar o estado de saúde do menino e arrecadar fundos, já conta com mais de 46 mil curtidas. Com a hashtag “Força Matheus”, personalidades do mundo artístico e esportivo abraçaram a causa e enviaram vídeos motivacionais dando apoio e força ao jovem.

*Informações do TJRJ

Fonte: http://saudejur.com.br/tjrj-justica-autoriza-doacao-de-medula-ossea-entre-irmaos-menores-de-idade/